Riograndinos devem conhecer o Taim!


Conversando aqui e ali noto que a grande maioria das pessoas daqui do Rio Grande não conhecem a Reserva Ecológica do Taim no limite entre nossa município e o de Santa Vitória do Palmar!

Acredito que as escolas e a própria FURG entre outras faculdades aqui instalaads deveriam promover meio de visitação à Reserva Ecológica do Taim, pois isso traria um despertamento e uma 'paixão' por este ecossistema tão singular com espécies , inclusive, que só existem aqui no extremo sul do Brasil!

Você conhece o Taim?

Bom, então vou 'dar uma forcinha' e te mostrar um pouco desse lugar encantador (principalmente para quem ama a Natureza!).

A Estação Ecológica do Taim (ESEC Taim), criada em 1978, é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Possui uma área de 33.815 hectares, situando-se na estreita faixa de terra entre o oceano Atlântico e a lagoa Mirim.
Compreende partes dos municípios de Santa Vitória do Palmar e Rio Grande, no Estado do Rio Grande do Sul

O acesso à estação ecológica se faz através da BR-471, estrada que atravessa longitudinalmente a área da estação. O objetivo principal é de proteger um dos principais ecossistemas do país, bem como proporcionar meios para que universidades e outras instituições possam fazer estudos ecológicos.

A planície costeira do Rio Grande do Sul apresenta áreas de grande expressão no contexto ambiental do extremo sul do Brasil, originada pelos avanços e recuos do mar. Os banhados do Taim apresentam diversificados ecossistemas e estão representados pelas praias lagunares e marinhas, lagoas, pântanos, campos, cordão de dunas e campo de dunas.

Fonte: Wikipédia



  Interessante saber que nessa reserva existe uma fauna e flora endêmica e assim, a preservação do local é de suma importância.




O cisne de pescoço preto é a ave-símbolo do Taim e sua beleza é inconfundível!

Outros animais como o o flamingo, a tahã, o jacaré do papo amarelo, o ratão do banhado, a capivara (conhecida pelso gaúchos como 'capincho'), o tuco-tuco, o lobo-guará, a lontra, o gavião caramujeiro, a lontra, a cobra cruzeira (urutu) são espécies que são encontrados nessa reserva. O Taim é uma espécie de 'pantanal' ('banhados' por aqui) meridional (ao sul).

Quanto às plantas temos no Taim: corticeira do banhado, figueiras, , quaresmeiras, orquídeas, bromélias, cactos, juncos e aguapés.


Em fim, se por um lado é extremamente necessário preservar o ecossistema do Taim, mister se faz visitas ao local, sobretudo por nossos estudantes visando conhecer o local e amá-lo!
O cisne de pescoço preto é a ave-símbolo do Taim e sua beleza é inconfundível!


Outros animais como o o flamingo, a tahã, o jacaré do papo amarelo, o ratão do banhado, a capivara (conhecida pelso gaúchos como 'capincho'), o tuco-tuco, o lobo-guará, a lontra, o gavião caramujeiro, a lontra, a cobra cruzeira (urutu) são espécies que são encontrados nessa reserva. O Taim é uma espécie de 'pantanal' ('banhados' por aqui) meridional (ao sul).

Quanto às plantas temos no Taim: corticeira do banhado, figueiras, , quaresmeiras, orquídeas, bromélias, cactos, juncos e aguapés.

Em fim, se por um lado é extremamente necessário preservar o ecossistema do Taim, mister se faz visitas ao local, sobretudo por nossos estudantes visando conhecer o local e... amá-lo!


Visite então!!!!

1 Response to "Riograndinos devem conhecer o Taim!"

  1. Carla says:
    5 de maio de 2010 14:40

    Amo de paixão esse lugar,foi uma maravilha ter conhecido junto de minha familia o banhado do Taim,ficou gravado em minha memória e jamais vou esquecer,sou paulista e casada com uruguaio então esta paisagem e geografia para mim é inesquecivel,para mim o Rio Grande do Sul é inesquecivel,sou uma paulista com alma gaucha,por isso casei com um uruguaio.

Postar um comentário